A era Mercedes marcou mais uma etapa nesse domingo com  mais uma dobradinha no GP da Emilia-ROMAGNA.

Disputado no circuito de Ímola, e com esse resultado, a equipe ganhou o seu 7º título mundial consecutivo de construtores. Enquanto Hamilton, que venceu, se encaminha para ganhar – proximamente – seu 7º título de pilotos. Sendo assim, a equipe alemã bateu o recorde de 6 títulos mundiais da Ferrari.

Bottas largou na pole, seguido por Verstappen com sua Red Bull que logo conseguiu ultrapassar Hamilton e os três primeiros usavam pneus médios. E, na verdade, se dividiu em duas: na frente, esse trio, e la atrás, o resto do pelotão.

A corrida de Bottas foi prejudicada na segunda volta, onde um pedaço do carro de Magnussen se soltou e acabou encaixado no seu assoalho, conprometendo toda a aerodinâmica. Mas, isso não pode ser entendido como uma desculpa por ele não ter podido lutar com Hamilton pela vitória.

Foto: Reprodução/Twitter @MercedesAMGF1

Na volta 52, Verstappen estorou um pneu, saiu da pista e ficou de fora. Isso fez entrar o Safety Car, que ficou na pista por 5 voltas. Dada a relargada, as 6 voltas finais não viram nenhuma modificação na classificação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
16 + 9 =