O Rally dos Sertões terminou sua temporada neste sábado (7) com campeões inéditos.

A cidade de Barreirinhas, no Maranhão, foi o último ponto de uma grande aventura de 4.562km iniciada em Mogi Guaçu (SP), consagrando vencedores novos nos carros, motos e UTVs.

Ricardo-Martins-campeao-das-Motos-no-Rally-dos-Sertoes-—-Foto-Eduardo-Carvalho

Nas duas rodas, Ricardo Martins (Yamaha WR 450F/IMS Yamaha) levou a melhor. Ele contou com a impossibilidade de participação do francês Adrien Metge, que apresentou diagnóstico positivo para Covid-19 na semana do início da prova. Julio Zavatti, o Bissinho (Honda CRF 450 RX), terminou em segundo.

A revelação foi Vítor Siqueira (KTM 450EXC/Dust Off-Road). Em sua primeira participação, não apenas venceu na categoria Maratona, que era o objetivo inicial, como ficou com o terceiro lugar final. A especial do dia foi encerrada no km 62 de 223 a pedido unânime dos pilotos em função do acidente sofrido por Tunico Maciel (Honda CRF 450RX/Honda Racing), que brigava pela vitória geral.

O piloto de moto Tunico Maciel, da equipe Honda Racing, sofreu uma queda durante a última etapa da temporada 2020 do Rally dos Sertões, realizada neste sábado. O acidente ocorreu no km 62, entre Bacabal e Barreirinhas, no Maranhão. A prova tem um total de 223km.

Tunico Maciel, piloto de moto, teve acidente nos Sertões neste sábado — Foto: Rodolfo Bazetto/Shez

– A Família Sertões está unida em vibração pelo pronto restabelecimento do bicampeão. Nossos pensamentos e nossas preces estão com Tunico e sua família – disse uma nota da organização.

UTVs terminam com Casarini/Mayer na ponta

Quem começou o dia na frente nessa categoria foi Rodrigo Varela/Gunnar Dums, que terminaram na quinta posição depois da especial de 223km. E quem era vice-líder foi para o alto do pódio, não sem antes passar por um grande susto. Na sétima participação, Deninho Casarini finalmente conseguiu concluir o desafio com o Can-Am Maverick X3 da Casarini Racing. Ao lado do navegador Ivo Mayer, ele entrou para a seleta galeria dos campeões.

Carros

Nos Carros, um duelo em família. Marcos Baumgart ao lado do navegador Kleber Cincea bateu o irmão Cristian e Beco Andreotti – as duas duplas com as Toyota Hilux IMA do X Rally Team. Na terceira posição, Sylvio de Barros/Rafael Capoani (Ford Ranger T1/X Rally Team), que conseguiram resistir à pressão dos campeões de 2019, Lucas Moraes/Kaíque Bentivoglio (Ford Ranger T1 BR/MEM).

Baumgart/Cincea, vencedores dos Carros, no Rally dos Sertões — Foto: Marcelo Maragni/Fotop

As declarações dos vencedores:

Ricardo Martins (campeão das Motos)

– Foi um Sertões duro, muita chuva, condições diferentes, frio. Fiz um rally muito consistente, não errei navegação, não caí e andei num ritmo rápido a prova toda. Isso é fruto da preparação, acredito que colhi os frutos do que venho plantando há muito tempo. Feliz com a vitória, um peso a menos nas costas que eu mesmo me colocava e isso dá forças para continuar lutando e buscando mais.

Deninho Casarini (piloto campeão UTV)

– Chegamos a ter mais de 30 minutos de vantagem para o segundo colocado quando o Rodrigo quebrou e, aí, a gente acomodou, fomos num ritmo mais lento, acabamos seguindo uma direção errada e perdemos 20 minutos. Voltamos no meio do fluxo, tentando passar todo mundo do jeito que dava. Rally é isso, não existe a posição do conforto. A equipe foi mega dedicada, minha gratidão por todos eles, temos uma família, e essa foi a receita para a vitória.

Marcos Baumgart (piloto campeão nos Carros)

– É um sonho realizado, uma vontade e uma determinação. Nós sozinhos não fazemos nada, devo muito a nossa equipe maravilhosa. Desde 1999 disputo o Sertões, começamos em Fortaleza com um Troller, depois Mitsubishi, Ford e, agora, de Toyota veio o primeiro título.

Fonte: G1 editado por Junim10B – Na Trilha Certa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
6 + 19 =