O projeto Wi-fi Social –  que oferece internet gratuita à população – chegou à Cidade Estrutural.  O sinal foi colocado em três pontos da região administrativa: na Feira Permanente, na Avenida Central e no Terminal Rodoviário. Como os locais são próximos, a conexão sem custo abrange uma área de aproximadamente um quilômetro.

Moradora da Cidade Estrutural, a cozinheira Iracema da Silva  elogiou a iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Muitas pessoas não têm acesso, não têm condições de pagar. Isso é muito bom e deveria expandir para todos que realmente estão precisando”.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvan Máximo, falou sobre a chegada do Wi-Fi Social à Estrutural e destacou que vai levar o projeto para todos os cantos do DF.

 “Trazer o  Wi-Fi pra uma avenida é muito importante. Aqui dá uma extensão de mais de 1km, totalizando todos os pontos que estamos colocando. E só que fica sem internet sabe o quanto a internet é importante. Próximo passo agora é levar para a principal Avenida do Sol Nascente. E levar onde as pessoas realmente necessitam do Wi-fi”.

Na Cidade Estrutural, ainda foi aberta uma Lan House Social ao lado da Administração Regional. A sala conta com dez máquinas disponíveis para uso em sistema de revezamento. Esses computadores foram reciclados por meio programa Reciclotech, também gerido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Quanto ao Wi-fi Social, o projeto já alcançou 42 pontos, contabilizando mais de 30 milhões de acessos desde 2019. Quem quiser se conectar precisar fazer um cadastro com nome, e-mail, número de celular e CPF. O serviço garante o direito à privacidade individual, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais.

Para mais informações, acesse o site da Agência Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
12 × 1 =