Dois homens de 23 e 24 anos foram autuados pelo vandalismo na Pedra da Baliza, em Mateiros-TO, na região do Jalapão.

Moradores ficam indignados com as ações de pichadores e pedem providências para as autoridades.

Eles foram identificados pelo serviço de inteligência da Unidade Especializada da Polícia Militar Ambiental, foram encontrados no município de Combinado-TO e além da multa de R$10 mil (cada), devem responder por crime ambiental. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), ICMBio, e Secretaria de Meio Ambiente de Mateiros também participaram da ação.

PEDRA DA BALIZA

A pedra tem 6 metros de altura e se tornou monumento histórico da região, possui formato de uma taça e tem esse nome porque foi historicamente usada como divisa entre a Bahia, Tocantins, Maranhão e Piauí. Mas, com a evolução dos meios de georreferenciamento, constatou-se que não é o ponto de divisa destes estados. Porém, é um marco geográfico entre Tocantins e Bahia. Costuma ser cenário para fotos de moradores e turistas, mas quem for ao local agora vai encontrar o monumento marcado com nomes de pessoas.

Nota da Prefeitura de Mateiros

A Prefeitura Municipal de Mateiros vem a público manifestar veemente, repúdio aos atos criminosos praticados contra o patrimônio público, ocorridos na Pedra da Baliza. Reiteramos nossa tristeza, revolta e repúdio aos atos cometidos por pessoas desprovidas de qualquer compressão do que seja a importância de uma sociedade harmônica.

Por: Junim 10B – NA TRILHA CERTA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
27 − 22 =