O Dia Mundial de Doação de Leite Humano, dia 19 de maio, foi definido durante o V Congresso Brasileiro de Bancos de Leite Humano e o I Fórum de Cooperação Internacional em Bancos de Leite Humano, realizados em 2010, em Brasília.

Essa data foi escolhida visto a assinatura da 1ª Carta de Brasília, como marco histórico da criação da Rede de Bancos de Leite Humano – rBLH – seguindo o modelo brasileiro que é a maior rBLH no mundo e os representantes de 23 países que estavam presentes.

A doadora também se beneficia com a doação. Ela alivia os sintomas da mama cheia, ajuda a manter a produção de leite humano para o seu próprio bebê, protege sua mama de problemas como ingurgitamento mamário e mastite e aumenta a autoestima da mulher por auxiliar outras mulheres e crianças numa verdadeira rede de amor e solidariedade.
No Brasil, a Lei Nº 13.227, de 2015, institui o Dia Nacional de Doação de Leite Humano a ser comemorado, anualmente, no dia 19 de maio, e a Semana Nacional de Doação de Leite Humano, a ser comemorada, anualmente, na semana que incluir o dia 19 de maio.
As doações de leite materno são responsáveis por salvar a vida de centenas de recém-nascidos em todo o Distrito Federal. Para que esses bebês não fiquem sem alimento, os estoques dos bancos de leite humano precisam sempre estar em alta, tendo em vista que a demanda é muito grande.
“Apesar da melhora deste ano, se comparado ao mesmo período do ano passado, a necessidade de doação é sempre presente. Quanto maior o volume coletado, maior será o número de recém-nascidos atendidos”, explica Miriam Santos, coordenadora das Políticas de Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano do DF.
Toda mulher que estiver amamentando é uma doadora em potencial. A coordenadora faz um apelo às mães que estejam amamentando, no sentido de que contribuam para aumentar os estoques do Banco de Leite Humano do Distrito Federal. “A doação de leite humano fará a diferença na vida de muitas mulheres e crianças. Temos diariamente cerca de 250 bebês internados nas UTIs neonatais que necessitam deste alimento tão precioso”, enfatiza Miriam.

DOAÇÃO DOS FRASCOS QUE TODOS PODEM FAZER

O vidro para ser doado para o armazenamento de leite humano precisa ter uma boca larga e tampa de plástico, como por exemplo embalagens de café solúvel. Os potes de vidro são esterilizados pelo banco de leite materno e encaminhado às mamães doadoras que irão utilizar os potes de vidro para um armazenamento seguro.

Antes que uma mãe doe seu leite, ela precisa de apoio de todos, a amamentação na maioria da vezes é dolorosa e doar é um ato que também causa dores, e mesmo assim muitas mães não desistem, pois entendem que salva vidas.
Muitas mães de bebê prematuro não conseguem amamentar, ficam deprimidas, e precisam de acolhimento e sabem que da vital importância do leite humano, não é atoa que chamando de Liquido Dourado
Faça sua parte, incentive, colabore, doe frascos, em Brasília baixe o aplicativo “Amamenta Brasília” e repasse essa informação, tenho certeza que você se sentirá muito bem em fazer parte dessa linda corrente do bem.
Por Kátia Arruda
Fonte:
Foto Pinterest

Doar leite materno, uma atitude que não pode ser interrompida


https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/nutricao/dia-nacional-e-mundial-de-doacao-de-leite-humano/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
19 ⁄ 1 =