Kashe Quest tem apenas dois anos, mas chama a atenção pelo QI de 146. O número elevado a coloca entre as mentes mais brilhantes do mundo.

A menina de Los Angeles, nos Estados Unidos, acaba de entrar para a Academia Mensa, entidade que reúne pessoas com QI acima da média mundial, consideradas superdotadas. Hoje, Kashe é a integrante mais jovem do grupo.

Kashe tem inteligência bem acima da média das crianças na idade dela. Hoje, com 2 anos, a menina é capaz de contar até 100, além de compreender diversas palavras incomuns, se comunicar pela língua de sinais e ter uma super memória.

Ela também está aprendendo espanhol e conhece todos os 50 estados americanos pelo formato geográfico e localização no mapa.

Para Trevor Mitchell, diretor executivo da “American Mensa”, essa descoberta precoce deve permitir que os pais a auxiliem para atingir todo potencial que ela pode ter.

“Ser a pessoa mais inteligente da sala nem sempre é fácil e a Mensa entende a importância de ser desafiada pelos outros, de ter nosso potencial reconhecido e de celebrar conquistas”, disse em nota.

Brasileira na academia de superdotados

No ano passado, a brasileira Laura Buchele, de apenas 9 anos, também entrou para a academia Mensa.

A família dela se mudou há três anos para a Flórida e hoje a garotinha participa dos encontros e campeonatos.

Kashe é de Los Angeles - Foto: arquivo pessoal
Kashe é de Los Angeles – Foto: arquivo pessoal

 

Kashe mostra carteirinha da Mensa - Foto: reprodução Today

 

Fonte: Sonoticiaboa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
24 ⁄ 12 =