Desde que a Honda anunciou sua saída da Fórmula 1, todos os olhos estão voltados para a equipe Red Bull. A quem eles vão recorrer? Qual fornecedor de motores está disposto a trabalhar com eles? Ou eles continuarão a desenvolver sua própria unidade de potência?

Tanto a Renault quanto a Ferrari são opções, mas o desenvolvimento do motor Honda também é uma alternativa. “Precisamos de discussões mais aprofundadas para isso. Mas a prioridade é o projeto Honda. Também há muitas perguntas que precisamos esclarecer com a Honda”, disse Helmut Marko em entrevista ao Motorsport-Magazin.com. Essas conversas com a Honda devem acontecer entre este e o próximo mês.

Por enquanto não haverá nenhum contato com a Renault ou a Ferrari? Não especificamente, segundo Marko. “Sabemos o que temos. Enquanto a Honda for uma opção, não falaremos especificamente com os outros.”

Além da Renault e da Ferrari, a Volkswagen também parecia ser uma opção. No entanto, isso agora parece estar completamente fora de questão. “Esses motores são tão complicados que não poderemos usá-los daqui a um ano”, acrescentou Marko.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
10 × 30 =