Unidade de conservação será reaberta quando houver entendimento de que não há mais riscos à população

Parque Saburo Onoyama será reaberto apenas quando não houver risco de proliferar a pandemia / Foto: Paula Laport/ Ibram

O Parque Ecológico Saburo Onoyama, localizado em Taguatinga, ficará fechado a partir desta quinta-feira (11), conforme Instrução Normativa publicada no Diário Oficial do Distrito Federal.

Essa medida vai durar por tempo indeterminado, levando em consideração as medidas sanitárias necessárias para evitar a proliferação do novo coronavírus no Distrito Federal, informou o Instituto Brasília Ambiental (Ibam).

“No Parque Saburo Onoyama existe uma piscina pública, e a estrutura física não possibilita um controle sanitário, conforme prevê a Organização Mundial de Saúde (OMS)”, explica o diretor regional de Unidades de Conservação do Instituto (Diruc), André Mendonça.

Sem riscos 

Segundo o diretor, o fechamento foi adotado para zelar pela saúde da população, evitando que o local se torne um ponto de disseminação do Covid-19. “A unidade ficará fechada até que ocorra o entendimento que não há mais riscos”, antecipou.

Criado em 1º de outubro de 1996, como Unidade de Conservação, o Parque Ecológico Saburo Onoyama possui vegetação e fauna abundantes, trilhas naturais, pontes de madeira, parques infantis, churrasqueiras, quadra de areia, quadras de esportes, área para piquenique e sede administrativa, além da piscina pública. Há também muitas nascentes, frutas típicas, como buriti e coquinho do cerrado, e diversas outras árvores frutíferas exóticas.

Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: ABNOR GONDIM

* Com informações do Instituto Brasília Ambiental

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
6 × 7 =