Goiás estÁ em alerta.

A terra das águas quentes, Caldas Novas, está entre as 89 cidades goianas que apresentam situação atual de calamidade.

A prefeitura da cidade decretou a suspensão do funcionamento de órgãos públicos, depois de constatado surto de Covid-19 entre autoridades e servidores. Caldas faz parte da macrorregião chamada Estrada de Ferro ou Centro Sudeste, que é uma das seis classificadas em situação de calamidade.

Alto Paraíso, na Chapada dos Veadeiros, destino cativo de turistas do Distrito Federal, faz parte da macrorregião Entorno Norte, cuja situação atual é considerada crítica, ou seja, aconselha-se que o funcionamento de atividades de alto risco de transmissão, como bares, restaurantes e igrejas, seja com 30% da capacidade.

Em Pirenópolis, pertencente à macrorregião Pireneus, o contexto atual é de alerta. A recomendação para esses casos é de que as atividades podem sem mantidas, exceto eventos com mais de 150 pessoas, desde que atendendo as normas sanitárias e com atenção à fiscalização do cumprimento delas.

Mapa é momentâneo

O mapa de gravidade da pandemia, em Goiás, será atualizado semanalmente. O secretário de Saúde do Estado, Ismael Alexandrino, frisou, durante a apresentação aos prefeitos, que o contexto refletido no mapa atual é momentâneo e que, dependendo das medidas tomadas ou ignoradas pelas administrações locais, a classificação pode mudar.

A orientação da norma técnica da SES-GO para esses locais é de interrupção de todas as atividade, uma espécie de lockdown, exceto para supermercados, farmácias, postos de combustível e serviços de urgência e emergência em saúde.

Por: Junim 10B – Na Trilha Certa

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
22 − 20 =