Primeiro bosque de ipês conta com mudas doadas pela Novacap / Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

O Instituto Brasília Ambiental, em parceria com a Novacap, deu início, na manhã dessa terça-feira (9), ao plantio de 500 mudas de ipês de várias cores, no Parque Ecológico Burle Marx.

É uma ação prevista no tratamento paisagístico local, que contempla a formação de dois bosques de ipês. As ações de paisagismo começaram na parte da unidade de conversação voltada para a Asa Norte O outro será plantado futuramente, em parte do parque voltada para o Noroeste.

“O que estamos realizando aqui é algo muito importante, é recuperação ambiental que representa um grande ganho para a sociedade e para o meio ambiente”Cláudio Trinchão, presidente do Instituto Brasília Ambiental

A área do Burle Marx preserva uma das maiores manchas de Cerrado da capital federal, sendo considerado corredor ecológico relacionado ao Parque Nacional de Brasília.

De acordo com o presidente do instituto, Cláudio Trinchão, a plantação dos bosques no Burle Mark integra uma série de iniciativas para a implantação efetiva daquela unidade de conservação (UC), beneficiando os moradores de ambos bairros e a comunidade em geral do DF.

“O que estamos realizando aqui é algo muito importante, é recuperação ambiental que representa um grande ganho para a sociedade e para o meio ambiente”, ressaltou.

Dirigentes do Brasília Ambiental participam do início do plantio no parque ecológico / Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

Lembrou o dirigente do Brasília Ambiental que já houve neste ano a retirada de 1.602 veículos que ocupavam, há décadas, área do parque nos fundos da sede do Detran, entre as várias intervenções já realizadas no parque.

“No ano passado, foram feitos o cercamento e a ciclovia do lado do Noroeste”, relatou Trinchão. “Este ano estão sendo licitadas a grama, a ciclovia e a via do lado da Asa Norte, assim como as duas ilhas de equipamentos para uso comunitário, uma voltada para a Asa Norte e outra para o Noroeste”.

Mosaico

Trinchão destaca também o Plano de Manejo da UC, publicado em janeiro no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), no qual consta o Programa de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD), com o qual o plantio dos bosques dos Ipês está afinado.

9 milTotal de mudas doadas pela Novacap para o Parque Burle Mark

Já a superintendente de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água (Sucon), Rejane Pieratti, conta que as cores dos diversos ipês plantados vão formar um mosaico criado pela equipe da Diretoria de Parques e Unidades de Conservação (Dipuc) do Brasília Ambiental.

Espécies do Cerrado

Pieratti destacou que as mudas dos ipês foram doadas pela Novacap. Fazem parte de um conjunto de 9 mil mudas que a empresa disponibilizou para o parque Burle Marx.  Desse total, 95% — 8,5 mil mudas — são espécies nativas do Cerrado. Das doações, 3, 5 mil já estão com os berços abertos no parque para que seja efetivado o plantio imediatamente.

O chefe da Divisão de Implantação de Áreas  Verdes da Novacap, José Antônio Licassali, afirma a importância da parceria entre a Novacap e o Brasília Ambiental para a conservação das áreas verdes da capital.  “Plantando, preservamos essas áreas, fundamentais para a qualidade de vida de quem mora aqui”, pontuou Licassali

Esteve também presente à atividade a assessora de Departamento de Parques e Jardins da Novacap, Patrícia Bueno.

*Com informações do Brasília Ambiental

Por: Junim 10B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
5 × 14 =