O Distrito Federal encaminhou, nesta semana, cilindros de oxigênio para Águas Lindas de Goiás. O munícipio do Entorno ficou sem estoque para atender pacientes internados com a Covid-19 e pediu ajuda ao Governo do DF. Segundo o secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, o apoio à cidade goiana não afetou o fornecimento de oxigênio na capital federal.

“Muitos pacientes do Entorno vêm para o Distrito Federal. Isso todo mundo sabe. E, hoje, aconteceu uma situação bem sensível que o sistema de saúde de Águas Lindas de Goiás colapsou em relação ao oxigênio, faltou oxigênio em Águas Lindas de Goiás. O prefeito de Águas Lindas, Dr. Lucas, encaminhou um ofício aqui para o governador solicitando ajuda emergencial para o dia de hoje.  Então, o governador, sensível a essa questão, ele vem falando que não podemos aceitar mortes por falta de oxigênio. O secretário de Saúde, Dr. Osnei, sem afetar o fornecimento de oxigênio aqui, do DF, se esforçou e encaminhou um suprimento emergencial para Águas Lindas de Goiás, para evitar o colapso e evitar que pessoas morram por falta de oxigênio. Relembrando que, de qualquer forma, a pessoa não encontra assistência lá, vai vir para o DF. A ajuda do governador aos municípios do Entorno interfere e tem reflexo diretamente no sistema de saúde do DF”.

Segundo o GDF, apesar de não haver risco de faltar o insumo, um edital será publicado para a contratação de cinco cilindros de oxigênio. O material será encaminhado para cinco unidades hospitalares do DF.

Para mais informações, acesse o site da Agência Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
26 ⁄ 13 =