Home Destaques Mais de dois mil profissionais da segurança serão imunizados

Mais de dois mil profissionais da segurança serão imunizados

Mais de dois mil profissionais da segurança serão imunizados

Primeira fase da vacinação contra a covid será na segunda (5), das 10h às 12h e das 13h às 17h, e terça (6), das 8h às 12h e das 13h às 17h

As 2.310 doses de vacina contra covid-19 começam a ser aplicadas nos profissionais da Segurança Pública no Distrito Federal na manhã desta segunda-feira (5). A organização para aplicação dos imunizantes foi realizada a partir de reuniões entre representantes das Secretarias de Segurança Pública (SSP/DF), de Saúde (SES), Casa Civil e corporações atendidas.

“Inicialmente, serão vacinados os profissionais que estão na linha de frente, por conta da maior exposição ao risco de contágio e transmissão do vírus, como aqueles envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar e na vigilância das medidas de distanciamento social, conforme listas elaboradas por cada corporação. A idade também foi outro fator determinante para a definição de prioridades”, explica o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

O titular da pasta espera que todos os profissionais da área estejam vacinados no menor prazo possível. “Tudo depende do repasse das vacinas pelo Ministério da Saúde (MS) à SES. Mas à medida que as doses forem entregues, seguiremos os critérios estabelecidos e daremos continuidade à vacinação dentro da proporção que levará em consideração o efetivo de cada corporação”.

“Inicialmente, serão vacinados os profissionais que estão na linha de frente, por conta da maior exposição ao risco de contágio e transmissão do vírus, como aqueles envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar e na vigilância das medidas de distanciamento social, conforme listas elaboradas por cada corporação. A idade também foi outro fator determinante para a definição de prioridades”Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

A Superintendência da Região Centro-Sul da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal ficará responsável por operacionalizar a primeira fase da vacinação dos servidores dos órgãos de segurança, que ocorrerá na segunda-feira (5) – das 10h às 12h e das 13h às 17h – e terça-feira (6) – das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A imunização será realizada nas unidades básicas de saúde (UBS) da região Centro-Sul: UBS 1 Núcleo Bandeirante, UBS 1 do Guará 1, UBS 1 da Estrutural, UBS 1 do Riacho Fundo 1, UBS 1 da Candangolândia e UBS 4 do Lúcio Costa.

A quantidade de doses foi definida a partir do efetivo de cada corporação. Para a Polícia Militar do Distrito Federal – que tem o maior efetivo – foram destinadas 770 doses. Na sequência aparece o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) – com 460 doses, Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) – 350 e Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), com 80 doses.

Servidores da Secretaria de Administração Penitenciária ficaram com 80 doses e os do Sistema Socioeducativo com 60. Cinquenta servidores da SSP/DF que também estão na linha de frente, com contato direto e constante com o público, também serão imunizados a partir desta segunda-feira (5).

As demais doses foram distribuídas entre a Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e servidores do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Outros critérios

De acordo com o secretário, a divisão escalonada das doses levou em consideração critérios estabelecidos pela Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde (MS), informados por meio de nota técnica (Nº 297/2021).

O documento recomenda a disponibilização das doses para profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas envolvidos diretamente nas ações de combate à covid-19, ordenados por prioridade. A ordem da vacinação segue da seguinte forma: trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes; trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar; trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a covid-19; trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Fonte: Agência Brasília

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Solve : *
10 − 7 =