Participantes do Movimento para o Bem vão percorrer 2.103 km para levar os doentes a uma viagem imaginária a Gramado (RS)

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília é uma associação sem fins lucrativos que atua há mais de 3 anos no Hospital de Base, administrado pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF) | Foto: Divulgação Iges-DF

Estão abertas as inscrições para a quinta edição do desafio atlético Movimento para o Bem, evento esportivo-solidário promovido pela Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília, grupo voluntário que atua no Hospital de Base ajudando pacientes com a doença.

O desafio acontece em maio e terá como tema Gramado, cidade turística do Rio Grande do Sul.

O objetivo do desafio é lavar pacientes que fazem tratamento contra câncer no Hospital de Base para uma viagem imaginária a algum destino turístico, no caso, a cidade serrana gaúcha.

Para isso, é preciso que os participantes percorram caminhando, correndo ou pedalando uma distância entre Brasília e a cidade-tema. Nessa quinta edição, a meta é percorrer 2.103 quilômetros, a medida que separa Brasília de Gramado.

Os participantes têm que registrar, em vídeo ou foto, a quilometragem percorrida, que é computada pela coordenação do movimento. Cumprida a meta, a Rede Feminina promove um evento no Jardim do Hospital de Base, decorado com imagens da cidade-tema e com elementos da cultura e da gastronomia do estado homenageado, no caso, o Rio Grande do Sul.

Os convidados do evento, que acontecerá em data ainda a ser marcada, são os pacientes oncológicos.

A inscrição custa R$ 30 e vai até 7 de maio. Parte dos recursos arrecadados será revertida para financiar projetos sociais voltados aos pacientes oncológicos atendidos pela Rede Feminina

O evento ajuda a elevar a autoestima dos pacientes que lutam contra o câncer, além de incentivar o esporte, segundo Vera Lúcia Bezerra, coordenadora da Rede Feminina, “Com o Movimento para o Bem também estimulamos as pessoas a praticarem atividades físicas, que é uma das formas de prevenção ao câncer”, ressalta “Verinha”.

Para participar, basta se inscrever pela internet. Depois de cadastrado, o participante recebe um link via WhatsApp para enviar foto ou vídeo com a quilometragem percorrida. Ele ainda recebe um certificado virtual de participação.

Com o Movimento para o Bem também estimulamos as pessoas a praticarem atividades físicas, que é uma das formas de prevenção ao câncer”Vera Lúcia Bezerra, coordenadora da Rede Feminina

A inscrição custa R$ 30 e vai até 7 de maio. Parte dos recursos arrecadados será revertida para financiar projetos sociais voltados aos pacientes oncológicos atendidos pela Rede Feminina. Para se inscrever, acesse o link.

Rede Feminina

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília é uma associação sem fins lucrativos que atua há mais de 3 anos no Hospital de Base, administrado pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (Iges-DF). São mais de 350 voluntários que prestam assistência a pacientes em tratamento de câncer e em situação de vulnerabilidade social.

A ajuda aos enfermos é feita por meio de projetos de assistência emocional e material, como doações de cestas básicas, perucas, cadeiras de rodas, medicamentos, lanches, lenços, atendimento psicológico, acolhimento e casa de apoio.

Telefones de contato: 3364-5467 e 98421-7268.

* Com informações do Iges-DF

Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA* I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
10 + 13 =