Hoje, 5 de junho, no Dia Mundial do Meio Ambiente, chamamos a atenção de todos os brasileiros para um dos biomas mais importantes e ameaçados do mundo: o CERRADO, a grande caixa d’água cravada no coração do Brasil.

Mas o “coração do Brasil” pede socorro! Engana-se quem acha que as maiores taxas de desmatamento e queimadas estão na Amazônia. A destruição maior está no CERRADO, que perdeu metade do bioma para uma expansão descontrolada da pastagem e da agricultura e para o crescimento irregular das cidades.

O Cerrado possui grandes reservas subterrâneas de água doce que abastecem as principais bacias hidrográficas do país. Nele estão localizados três grandes aquíferos: Guarani, Bambuí e Urucuia. Portanto, é importante sempre lembrar que a preservação do CERRADO está completamente ligada ao abastecimento de água nas grandes cidades. E como todos nós sabemos: ÁGUA É VIDA.

Mas o CERRADO não é só água! É também fauna e flora riquíssimas e com muitas espécies ainda desconhecidas para a população e até mesmo para a comunidade científica.

Há mais de 10 anos tramita no Congresso Nacional a PEC 504/10, que transforma o CERRADO em Patrimônio Nacional. A Proposta de Emenda Constitucional já foi aprovada no Senado, em 2010, mas não consegue avançar na Câmara dos Deputados.

Ninguém é contra o desenvolvimento e principalmente contra a agricultura, que é o carro-chefe da economia brasileira e coloca comida na mesa de milhões de brasileiros e bilhões de pessoas em todo o mundo. Só é preciso entender que o CERRADO é vital para a sobrevivência de todos nós!

Posso afirmar que desenvolvimento econômico e preservação ambiental combinam e que de mãos dadas podem gerar empregos, riquezas e mais vida.

(Texto do jornalista, radialista e historiador Luciano Lima)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
21 × 30 =