Primeiros mil alunos do programa Renova – DF trabalham em Ceilândia e Samambaia na recuperação de parquinhos, praças e outros equipamentos

Lançado há um mês, o programa Renova-DF já colhe resultados que atendem a seu principal objetivo: qualificar profissionais para o mercado de trabalho e recuperar equipamentos públicos. Praças, paradas de ônibus, quadras poliesportivas, Pontos de Encontro Comunitários (PECs), bancos e meios-fios de Ceilândia e Samambaia estão de cara nova pelas mãos dos primeiros mil alunos do programa.

Em Samambaia, 500 alunos trabalharam para reformar a quadra poliesportiva da Quadra 414, o Ponto de Calistenia da Quadra 406 e o PEC da Quadra 406. Também trabalharam na recuperação de duas paradas de ônibus, além de limpar e pintar bancos e meios-fios.

Já em Ceilândia, outros 500 alunos estão focados na reforma da praça central da feira na CNM 02, do ginásio de esportes da EQNO 18/19, da quadra poliesportiva e do parquinho da EQNO 17/18, da praça e parquinho da EQNO 16/17 e da praça e parquinho da QNO 20. Por lá os trabalhos ainda estão sendo finalizados.

“A gente quer profissionalizar a população, garantir renda e, ao final, todos vão sair certificados e aptos a trabalhar nas profissões que escolheram”Governador Ibaneis Rocha

Todos os alunos são acompanhados por profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que ensinam os serviços nas áreas de construção civil e jardinagem, e por servidores das administrações regionais, Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e Secretaria de Trabalho (Setrab).

Por meio do Renova-DF, o Governo do Distrito Federal (GDF) vai investir R$ 18 milhões para qualificar pessoas desempregadas e ajudar a inseri-las novamente no mercado de trabalho. “A gente quer profissionalizar a população, garantir renda – são R$ 1.100 que eles vão receber por uma carga horária de quatro horas por dia – e, ao final, todos vão sair certificados e aptos a trabalhar nas profissões que escolheram”, comenta o governador Ibaneis Rocha, que chegou a acompanhar os alunos do Renova-DF durante a execução do serviços.

Para a aluna Yasmin Lopes, de 23 anos, o programa é importante para aprender noções básicas de coisas que não tinha como aprender anteriormente. “Estou aqui para mostrar que podemos fazer, executar e até ter noção básica para construir a própria casa. É uma ótima oportunidade de trabalho e, com o dinheiro, vou tirar minha habilitação”, afirma a jovem, que trabalhou para recuperar espaços públicos em Samambaia.

Ao mesmo tempo em que aprendem uma profissão, recuperando espaços públicos, alunos do ‘Renova-DF’ recebem salário, auxílio-transporte e seguro contra acidentes pessoais

Quem também comemora é o administrador de Samambaia, Gustavo Aires. Para ele, “essas pessoas têm feito a nova cara da cidade. Dá orgulho ver o trabalho delas e os esforços diários”, complementa. Já o administrador de Ceilândia, o delegado Fernando Fernandes diz que “ter profissão é ter qualidade de vida, é desenvolver a família, é crescer. E o trabalho garante a dignidade ao ser humano.”

“O melhor do Renova-DF é que você ensina e melhora a cidade ao mesmo tempo. A teoria e a prática andando juntas. É uma forma inteligente de desenvolver a cidade e desenvolver o estudante. Esse é o verdadeiro projeto que todo mundo ganha”, aponta Fernandes.

“Nas conversas que temos com comunidades e lideranças, ouvimos que o governo está presente nas cidades, nas ruas. Têm gostado do trabalho do Renova-DF”Thales Mendes Ferreira, secretário do Trabalho

O secretário do Trabalho, Thales Mendes Ferreira, esteve presente na entrega de equipamentos públicos recuperados em Samambaia e comentou o que tem escutado da população: “Nas conversas que a gente tem tido com a comunidade e as lideranças, estamos ouvindo que o governo está presente nas cidades, nas ruas. Têm gostado do trabalho do Renova-DF. Então, para nós, é uma grande satisfação.”

Diretor do Senai-DF, Marco Secco elogia a parceria. “Ela deu uma amálgama completa para atender as necessidades locais enxergando o olhar da qualificação e da cidadania. Ficamos felizes quando conseguimos ter um momento de inauguração desses espaços, mostrando o esforço feito”, disse.

Além do programa, o governo oferece qualificação e capacitação em vários órgãos. Entre 2019 e 2020 e no primeiro semestre de 2021, mais de 28 mil pessoas participaram de cursos presenciais e virtuais oferecidos gratuitamente para as mais diversas áreas.

Sobre o Renova-DF

Capacitar profissionais, facilitar o ingresso no mercado de trabalho e reformar espaços públicos são alguns dos objetivos do programa Renova-DF. Os participantes recebem salário mínimo, além de auxílio-transporte e seguro contra acidentes pessoais.

Renova-DF começa a capacitar 3 mil pessoas

Os alunos devem ter frequência e aproveitamento igual ou acima de 80% para receber os auxílios e o certificado de conclusão de curso. Os que ficarem acima desse percentual poderão participar, gratuitamente, de qualquer outra formação oferecida pelo Senai-DF. Alunos analfabetos terão curso de alfabetização sem custos.

Os estudantes já foram selecionados e entregaram toda a documentação, portanto, não há como se inscrever mais no Renova-DF. Participam pessoas com mais de 18 anos; moradores do DF; nato, naturalizado ou estrangeiro em situação regular no país; e em situação de desemprego.

Renova-DF é uma parceria entre as Secretarias de Trabalho, Governo e Transporte e Mobilidade; Novacap; companhias de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e Energética de Brasília (CEB); Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF)

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
20 − 9 =