Anunciantes e influenciadores terão que submeter peças à Comissão Nacional de Segurança do Mercado dez dias antes da veiculação

A Espanha vai aumentar a marcação em cima do mercado de criptomoedas – ou mais especificamente, da sua relação com o mercado de influência. De acordo com a Reuters, o governo chancelou nesta segunda-feira (17) uma nova lei que vai exigir que empresas e influenciadores reportem à Comissão Nacional de Segurança do Mercado (CNMV) do país a realização de uma campanha publicitária envolvendo criptoativos pelo menos dez dias antes dos trabalhos. A regulação entra em vigor já no começo de fevereiro e se aplica a todas as celebridades com mais de cem mil seguidores que forem pagos para divulgar tokens.

A legislação é bem incisiva, aliás. Os anunciantes serão obrigados a liberar o conteúdo de suas ações em caráter antecipado à CNMV, bem como incluir avisos dos riscos envolvidos nos produtos que vendem publicamente. Segundo a Reuters, a manobra ocorre sobretudo para ajudar o órgão a monitorar o meio em torno do assunto, bem como garantir que o público espanhol tenha consciência do que pode estar entrando ao criar uma carteira virtual e adquirir tokens.

As preocupações do governo espanhol são válidas. Como bem lembra o The Verge, na semana passada um grupo de influenciadores do porte de Kim Kardashian e Floyd Mayweather foi submetido a um processo na corte norte-americana por conta de uma ação promovendo a EthereumMax, uma criptomoeda que acabou valorizando alucinadamente durante a campanha até virar uma bolha e estourar; ao fim da campanha, seu valor estava reduzido a centavos. É o risco de uma situação de quase golpe, com o consumidor comprando um produto pelo preço cheio para o mesmo logo depois perder toda a usabilidade.

Apesar da regulação ser uma grande novidade, não é a primeira vez que a CNMV se atenta à situação das criptomoedas na publicidade. Em novembro, o órgão respondeu a um tuíte de Andrés Iniesta que promovia o criptoativo Binance comentando que o item não havia sido regulado na lei espanhola. A publicação, aliás, tinha todo o perfil de patrocinada pela marca, mesmo não sendo sinalizada como anúncio pelo jogador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Solve : *
35 ⁄ 7 =