A empresa de aluguel de casas Airbnb abrigará gratuitamente até 100 mil refugiados ucranianos por meio de sua própria ONG,

Imagem de capa para Airbnb oferece moradia gratuita para até 100 mil refugiados ucranianos
As estadias serão de longo prazo e serão financiadas pelo Airbnb, doadores do Airbnb.org Refugee Fund e anfitriões do Airbnb.org.Foto: AP Photo/Czarek Sokolowski

A empresa de aluguel de casas Airbnb abrigará gratuitamente até 100 mil refugiados ucranianos por meio de sua própria ONG,

Essa grande iniciativa foi anunciada pelos próprios CEOs Brian Chesky e Joe Gebbia que enviaram cartas aos líderes dos países que são fronteiras com a Ucrânia – Polônia, Romênia, Alemanha e Hungria – oferecendo a ajuda.

Em 8 dias de guerra, pelo menos 300.000 refugiados ucranianos entraram na União Europeia até agora para fugir do conflito.

Estadias serão de longo prazo

Por meio da ONG airbnb.org, que oferece estadias para as pessoas durante crises, a empresa está em contato com os governos para efetivamente abrigar os refugiados.

As estadias serão de longo prazo e serão financiadas pelo Airbnb, doadores do Airbnb.org Refugee Fund e anfitriões do Airbnb.org.

Outras empresas abraçaram a corrente do bem

Muitas empresas têm se mobilizado para ajudar nesse cenário de guerra.

Por exemplo, a Verizon Communications disse que renunciaria às cobranças de chamadas para a Ucrânia para alguns clientes.

Já a britânica Virgin Media O2 removeu as cobranças pelo uso de dados na Ucrânia.

Com informações de CNN Brasil

Espalhe notícia boa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

cinco × um =

Solve : *
15 − 11 =