Pedido de prorrogação foi realizado em abril de 2020 pela atual gestão da companhia

A Usina Hidrelétrica Paranoá, instalada na barragem do Lago Paranoá, vai continuar sob responsabilidade da CEB Geração. O Ministério de Minas e Energia publicou, nesta segunda-feira (13), despacho que defere o pedido de prorrogação da outorga de concessão da usina, por mais 30 anos, ou seja, até 29 de abril de 2050.

O pedido de prorrogação da concessão pela CEB Geração foi realizado em abril de 2020, pela atual gestão, com o intuito de retratar o pedido de desistência da outorga apresentado em maio de 2015. Após intenso esforço da administração que assumiu a CEB Geração em 2019, a concessão da usina permanece sob os cuidados da companhia.

O governador Ibaneis Rocha comemorou a vitória, afirmando que a reversão é importante para a empresa e para o Distrito Federal. “A usina, bem gerida, é superavitária. A CEB Geração tem transferido receita para o governo, o que é revertido em benefícios para a população. A decisão mostra que uma empresa estatal pode ser eficiente. É como tem que ser”, afirmou.

Após intenso esforço da administração que assumiu a CEB Geração em 2019, a concessão da usina permanece sob os cuidados da companhia | Foto: Divulgação/CEB

O presidente da CEB Holding, Edison Garcia, relembra que a Barragem do Paranoá sempre foi tratada como prioridade na atual gestão da CEB. “Desde o início do nosso mandato, em 2019, temos dedicado especial atenção à Barragem do Paranoá e sua usina hidrelétrica, não só pela sua importância como unidade de negócio em geração de energia, como pela sua representatividade histórica no Distrito Federal. Reaver a concessão que tinha se findado é uma grande vitória do governo Ibaneis”, disse.

 

Segundo o diretor-geral da CEB Geração, Luiz Eduardo Roriz, a prorrogação da concessão foi o resultado de um trabalho conjunto. “É a vitória de todo um trabalho desenvolvido pela equipe da CEB Geração, e que contou com o apoio irrestrito do Governo do Distrito Federal, com o objetivo de trazer de volta à população do DF um patrimônio que é seu por direito e que faz parte da nossa cidade” celebra Roriz.

Em 2020, a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Paranoá obteve um lucro de 29,6% sobre a receita bruta. Em 2021, a estimativa é que esse valor seja de 33,4%, demonstrando que a prestação do serviço de geração é superavitária.


*Com informações da CEB

FONTE: AGENCIA BRASILIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze − doze =

Solve : *
14 − 8 =