São R$ 30 milhões de investimentos em melhorias de 28 feiras permanentes do DF

O governador Ibaneis Rocha assinou, neste domingo (26), uma ordem de serviço para a reforma completa da Feira do Guará, na Q1 25 da região administrativa. Serão investidos R$ 1,6 milhão para transformar o espaço e garantir maior segurança e conforto aos frequentadores e feirantes. A obra, que será executada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), começa já nesta segunda-feira (27).

Com a ordem de serviço assinada, reformas terão início nesta semana | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

”Queremos devolver o espaço para a comunidade, porque sabemos que a praia do brasiliense é a feira nos finais de semana, e queremos todas as feiras equipadas com qualidade, para que possam atender bem as famílias”, avalia o governador Ibaneis Rocha.

O chefe do Executivo lembrou os laços que tem com região administrativa, onde morou durante a infância. “Eu tenho muito prazer em dizer que sou morador do Guará”, contou ele, que costuma comprar pescados e verduras na feira. “Nasci aqui na QI 7 do Guará I. Morei na QE 15, Conjunto R, Casa 28, aqui do Guará II, então conheço essa feira desde o primeiro momento em que ela foi instalada. Gosto do Guará e tenho prazer em dizer que é uma cidade completa, que tem tudo”.

“As feiras precisam da ajuda do Estado, e vemos nessa reforma uma forma de ajudar os feirantes e melhorar as feiras para a sociedade”Cristiano Jales, presidente da Feira do Guará

O planejamento da reforma da feira inclui manutenções em todo o espaço. Haverá a recuperação dos banheiros, pisos internos e o estacionamento, área verde, alambrados e corrimãos, bem como da pintura das bancas, além de reparos a serem feitos em outros pontos prioritários.

Melhor para todos

“A Novacap fez um grande processo licitatório para fazer uma varredura em todas as feiras do Distrito Federal”, explicou o presidente da companhia, Fernando Leite. “O governador quer deixar as feiras em melhores condições, para melhorar o atendimento às pessoas e o ambiente de negócios aos feirantes. A feira é frequentada fundamentalmente por famílias.”

O presidente da Feira do Guará, Cristiano Jales, lembrou a reforma é um pedido antigo dos comerciantes que não foi atendido por gestões anteriores. “As feiras precisam da ajuda do Estado, e vemos nessa reforma uma forma de fomentar feiras, ajudar os feirantes e melhorar as feiras para a sociedade”, afirmou. Atualmente, a Feira do Guará comporta 646 bancas, que comercializam produtos variados, como vestuário e calçados, alimentos in natura, perecíveis, bebidas e artesanatos.

Feirante há mais de 20 anos, Heitor Moras, 67, acredita que a reforma vai entregar à população o ambiente ideal para compras e negociações. “Eu vejo o que os clientes sofrem aqui, principalmente quando chove”, apontou. “Cai muita água dentro da feira; aí, quem tem criança precisa ir embora, então não é bom para nós”.

Mais reformas

O GDF  já investiu R$ 30 milhões na reforma de 28 feiras permanentes, incluindo a do Guará. O pacote de melhorias, executado pela Novacap, visa oferecer espaços com mais infraestrutura e acessibilidade para os moradores.

“Nós temos um grande projeto para as feiras do Distrito Federal”, lembrou o governador. “Algumas estão sendo totalmente refeitas, como é o caso do Núcleo Bandeirante. Outras estão passando por reformas importantes, como a de Ceilândia”. Em 2021, foram entregues as obras das feiras da Candangolândia, M Norte, Riacho Fundo e Riacho Fundo II.

Fonte: Agencia Brasilia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quinze − dois =

Solve : *
18 ⁄ 6 =