As obras de construção do viaduto de acesso ao Recanto das Emas e ao Riacho Fundo II avançam a cada dia. Além da implementação das vias marginais nos dois sentidos da DF-001, os operários também trabalham na fundação das estruturas elevadas, que são feitas de ferragens e concreto depositado no interior do solo. Só para se ter uma ideia, aproximadamente 60 mil motoristas passam pelo local.

Os profissionais trabalham na terraplanagem da marginal. Essa é uma das etapas necessárias antes da pavimentação | Foto: Paulo H Carvalho / Agência Brasília

O diretor do DER, Fauzi Nacfur, dá detalhes do andamento das obras.

“Aqui a gente está construindo um “Viaduto Trincheira”. Significa que ele vai mergulhar. Então, que tá vindo pro Gama e quem tá indo do Gama, vai mergulhar nesta pista, passar debaixo do viaduto e sair lá na frente. Quem está saindo do Recanto e do Riacho passa no nível que estamos aqui. Essa obra começou pelas vias marginais que estão sendo feitas, para que a gente possa tirar o trânsito da DF 01 e começar a escavar isso aqui que a gente está fazendo. Nós estamos fazendo agora estacas, fundações do viaduto e, em cima dessas fundações, vai uma laje, que é justamente a laje que vai dar suporte para o pessoal tá passando embaixo”.

A construção do Viaduto do Recanto das Emas está orçada em quase 31 milhões de reais. A obra está gerando cerca de 400 empregos.

Para mais informações, acesse o site da Agência Brasília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 + quinze =

Solve : *
9 + 29 =