No dia 16 de novembro de 2021 após várias reuniões com o secretário de Segurança Pública, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), bem como vários policiais militares foi produzido o Procedimento de Operação Padrão (POP) para ocorrências envolvendo atiradores, caçadores e colecionadores

No dia 16 de novembro de 2021 após várias reuniões com o secretário de Segurança Pública, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), bem como vários policiais militares foi produzido o Procedimento de Operação Padrão (POP) para ocorrências envolvendo atiradores, caçadores e colecionadores. Trata-se da Portaria PMDF nº 1.244, de 14 de dezembro de 2021, assinada pelo Comandante-Geral Márcio Cavalcante de Vasconcelos – CEL QOPM.

Assim, a partir de agora, o policial militar seguirá um padrão de abordagem para integrantes dos CACs, “fazendo com que o policial militar tenha uma conduta igualitária em todas as abordagens independente de qual região administrativa ele se encontra”.

“Isso é uma vitória para os atiradores graças ao trabalho incansável de todos nós para que esse procedimento de operação saísse do papel”, destacou Ibaneis.

Tabanez vinha defendendo mudança de postura por parte dos policiais militares. Ele era informado pelos CACs que cada delegacia agia de uma forma diferente. Segundo ele, também era necessário esclarecer sobre o que dispõe a legislação nacional. Além disso, as guarnições da PM também tinham postura em discordância com a legislação vigente.

“O intuito é a emissão de uma portaria da Secretaria de Segurança Pública direcionando as forças policiais na forma de tratamento aos atiradores, caçadores, colecionadores para que o esporte venha a crescer cada vez mais.

Agora, com o procedimento padrão, os atiradores que antes se sentiam discriminados, com medo pelo comportamento, quando são conduzidos às delegacias, poderão ter mais segurança ao se deslocarem de casa para os clubes de tiros, por exemplo. Ao invés de serem abordados e passarem por constrangimentos como ocorria em várias oportunidades.

Há muito tempo, incansavelmente, Tabanez tem lutado para o crescimento do esporte do tiro, que é tradicional modalidade olímpica. E faz várias gestões como se encontrar com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Por exemplo, no dia 4 de junho de 2020, Tabanez teve contato com Bolsonaro, à portaria do Palácio da Alvorada, no qual em nome dos atiradores do Brasil, Tabanez passou o recado de agradecimento pelas ações em prol dos atiradores.

Na oportunidade obteve a promessa do presidente Jair Bolsonaro de agendar uma reunião com o general Alexandre de Almeida Porto. “Com quem já começamos as tratativas”, disse o Incansável.

Representantes do Clubes de Tiros da GSI e vários CACs
O presidente disse que “dá para melhor mais” e que até amanhã (05 de junho) terá novidades na área, incluindo a derrubada da Instrução Normativa 131, que versa sobre o porte e a posse de armas.
“Dá para melhorar mais ainda. Tinham problemas na Justiça que eu nem sabia que existiam. Além da IN 131, tem mais INs também. Essa semana, até amanhã, tem novidades aí”, frisou Bolsonaro.
O grupo relatou as dificuldades de obter documentação para os membros de clubes de tiros.Bolsonaro perguntou aos apoiadores se houve um encontro com o general Porto. Tabanez se colocou à disposição para conversar com o general. ”Basta ele marcar o dia, presidente”, frisou.
Por fim, Bolsonaro pediu contato do empresário Carlos Tabanez para que sua assessoria agendasse um novo encontro com o general Porto.
Tabanez agradeceu e informou ao presidente que somente 35 pessoas puderam presenciar a conversa. No entanto, “tínhamos mais de 200 veículos de fora do Palácio da Alvorada”.
Fonte: Tudooknoticias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − 13 =

Solve : *
14 − 4 =