Interessados podem cadastrar currículo nas agências do trabalhador, pessoalmente ou pelo aplicativo Sine Fácil

O setor da construção civil está em busca de 34 profissionais, utilizando as agências do trabalhador como intermediária de mão de obra. Ajudantes de obra e de serralheiro, além de armador de ferro, auxiliar de pedreiro, bombeiro hidráulico, carpinteiro, mestre de obras e pedreiro serão contratados, com salários entre R$ 1.212 e R$ 2,3 mil, mais benefícios.

Elas fazem parte de uma tabela com 150 oportunidades de emprego, oferecidas, principalmente, no comércio e no setor de serviços. Os interessados podem cadastrar o currículo no aplicativo Sine Fácil ou, ainda, ir a uma das 14 agências do trabalhador, de 8h às 17h, durante a semana.

A profissão com mais vagas nesta quarta-feira (23) é a de atendente de lanchonete. São 14, porém, todas exclusivas para pessoas com deficiência

Mesmo que nenhuma das vagas do dia seja atraente ao candidato, ele pode se cadastrar para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram.

A profissão com mais vagas nesta quarta-feira (23) é a de atendente de lanchonete. São 14, porém, todas exclusivas para pessoas com deficiência. Quem quiser concorrer a uma delas precisa ter ensino médio completo. Não é necessária experiência. O salário é de R$ 1.212, mais benefícios.

Na mesma área de atuação, ainda há vagas para chapista, churrasqueiro, cozinheiro, garçom e pizzaiolo, num total de 10 oportunidades. As remunerações ficam entre R$ 1,3 mil e R$ 1,5 mil, mais benefícios.

Três vagas são para profissionais de nível superior: nutricionista, pedagogo e psicólogo escolar. Para todas, o salário oferecido é o mesmo, no valor de R$ 1,8 mil, mais benefícios. Para nenhuma delas é exigida experiência.

Empregadores que desejarem ofertar vagas ou utilizar o espaço das agências do trabalhador para as entrevistas, podem se cadastrar pessoalmente nas unidades e pelo aplicativo Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento através do e-mail [email protected]. Há, ainda, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Trabalho.

De: Redação / Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

2 × três =

Solve : *
23 − 6 =