Chefe de política externa da União Europeia, Josep Borrell disse a repórteres que bloco deve apresentar “o pacote de sanções mais severo que já foi implementado” contra a Rússia

O ataque da Rússia à Ucrânia na quinta-feira foi classificado como uma das “horas mais sombrias para a Europa” em quase 80 anos, segundo o chefe de política externa da União Europeia.

“Estas estão entre as horas mais sombrias para a Europa desde o fim da Segunda Guerra Mundial”, disse o alto representante da UE, Josep Borrell, a repórteres.

Borrell prometeu “assistência urgente à Ucrânia”, além de apoiar os esforços de evacuação, inclusive de funcionários da UE.

Sanções da União Europeia

Falando ao lado da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, Borrell disse que as medidas punitivas do bloco de 27 membros contra a Rússia serão “o pacote de sanções mais severo que já foi implementado”.

Von der Leyen disse que apresentará sanções “maciças e estratégicas” contra a Rússia para aprovação ainda hoje.

 

O ataque russo

Após semanas de tensão, a Rússia atacou a Ucrânia nas primeiras horas da madrugada desta quinta-feira (24). Uma operação militar nas regiões separatistas do leste ucraniano, explosões e sirenes foram ouvidas em várias cidades do país.

Autoridades da Ucrânia informaram que pelo menos 50 pessoas morreram e seis aviões russos teriam sido destruídos. Na manhã desta quinta, longas filas se formaram nas principais avenidas de Kiev com moradores tentando deixar a região. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, convocou a população para defender o país e disse que “cidadãos podem utilizar armas para defender território”.

Em seu pronunciamento antes do ataque, Putin justificou a ação ao afirmar que a Rússia não poderia “tolerar ameaças da Ucrânia”. Putin recomendou aos soldados ucranianos que “larguem suas armas e voltem para casa”. O líder russo afirmou ainda que não aceitará nenhum tipo de interferência estrangeira.

O que você precisa saber sobre o ataque

  • Nas primeiras horas da madrugada desta quinta-feira (24), Putin ordenou um ataque no leste da Ucrânia, em regiões que ele reconheceu como independentes; as forças russas invadiram a Ucrânia por terra, ar e mar;
  • Explosões foram ouvidas em diversas cidades, inclusive em Kiev;
  • Autoridades ucranianas dizem que pelo menos 50 russos foram mortos e seis aviões teriam sido abatidos no leste do país;
  • O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, autorizou cidadãos a pegarem armas para defender o país e pediu doação de sangue;
  • Longas filas foram registradas nesta manhã em Kiev nas principais rodovias, com moradores tentando deixar o país;
  • Países da Europa Central iniciaram os preparativos para receber pessoas que fogem da Ucrânia
  • O presidente dos EUA, Joe Biden, disse que Washington e seus aliados imporiam “sanções severas” sobre o que ele chamou de “guerra premeditada” de Putin
  • A China rejeitou chamar os movimentos da Rússia sobre a Ucrânia de “invasão” e pediu a todos os lados que exerçam moderação
  • Bélgica pede que União Europeia pare de emitir vistos para russo

 

De: Redação / Fonte: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dez + 5 =

Solve : *
16 ⁄ 8 =