Medida vai permitir melhora no tráfego de veículos que transitam pela região diariamente; trabalhos já chegaram a 70% de execução

Cada vez mais perto de ser entregue à população, o Túnel de Taguatinga está com 70% dos trabalhos executados. Com o avanço dos serviços, já começa a ser retirada parte dos tapumes que cercam a obra. A medida promete melhorar o trânsito no centro da cidade e possibilitar a motoristas e pedestres acompanhar mais de perto a evolução dos serviços.

Tapumes, que garantem a segurança da obra, já começam a ser retirados em alguns trechos, o que contribui para liberação de faixas interditadas | Fotos: Renato Araújo / Agência Brasília

“Os tapumes servem para garantir a segurança da obra”, explica o subsecretário de Fiscalização e Acompanhamento de Obras, Ricardo Terenzi. “Com o avanço dos serviços, identificamos alguns trechos onde o tapume já não é mais necessário. Com essa ação, algumas faixas parcialmente interditadas serão totalmente liberadas para o tráfego de veículos.”

Outra novidade será a abertura de janelas nos trechos em que os tapumes ainda se fazem necessários. “Nossa ideia é permitir que a população acompanhe mais de perto o andamento das obras sem comprometer a segurança”, lembra o secretário de Obras, Luciano Carvalho. “Esta é a maior obra viária em andamento no país. É uma obra grandiosa que queremos compartilhar com a população”.

Próximas etapas

R$ 275 milhõesTotal dos investimentos no Túnel de Taguatinga

Luciano esclarece que esse tipo de obra, considerada a complexidade logística e técnica, exige a execução em etapas. A primeira etapa concluída foi a liberação do cruzamento da Avenida Comercial com a Avenida Central. O trecho estava interditado desde o início da construção do túnel, em junho de 2020. Com parte das lajes de cobertura concluídas, foi possível liberar a via e retomar o trânsito na região.

Outras etapas da obra seguem em execução, como a concretagem das estruturas do túnel (lajes de cobertura e de fundo), concretagem da proteção lateral nas paredes, impermeabilização das lajes já concluídas, escavação invertida e reaterro do trecho por onde vai circular o BRT.

O ritmo acelerado dos trabalhadores está contribuindo para o avanço das obras do Túnel de Taguatinga

“Muito em breve vamos iniciar as obras dos sistemas de iluminação e de ventilação do túnel”, informa o secretário de Obras. “Por último, vamos concluir o boulevard, que prevê a reforma das calçadas, ampliação dos estacionamentos, paisagismo e instalação de equipamentos públicos.”

O túnel

Com investimento de R$ 275 milhões, o Túnel de Taguatinga terá 1.010 m de extensão e contará com duas pistas paralelas, cada uma com três faixas de rolagem em cada sentido. O Consórcio Novo Túnel é responsável por executar as obras. Os recursos são oriundos de contrato de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal.

 

O túnel fará uma ligação subterrânea para quem segue para Ceilândia, pela Avenida Elmo Serejo, além de oferecer uma via alternativa pela superfície para o centro de Taguatinga. Isso evitará a retenção de veículos nos semáforos do centro. Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão entrar pelo túnel e sair direto na Estrada Parque Taguatinga (EPTG).

A obra, em números

→ Valor: R$ 275.744.558,87
→ Lançamento da obra: 14/1/2019
→ Extensão do túnel: 1.010 m, distribuídos em 180 m no trecho de emboque e 830 m cobertos.
→ Volume de concreto utilizado: 90.000m³
→ Quantidade de aço a ser utilizado: 8.000.000 kg
→ Contenções em parede diafragma: 65.000m²
→ Escavação subterrânea: 160.000 m³

 

Fonte: Agencia Brasilia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − 6 =

Solve : *
5 + 6 =