Ainda não há detalhes se mudança também chegará ao Brasil

Netflix começou a testar uma cobrança a mais por compartilhamento de senhas em países da América Latina.

Segundo a Bloomberg, os clientes de Argentina, El Salvador, Guatemala, Honduras e República Dominicana deverão pagar uma taxa extra, caso utilizem uma conta da Netflix por mais de duas semanas fora de sua residência principal.

Em seu blog oficial, a empresa definiu o recurso como “adicionar uma casa” e disse que ele não vai prejudicar quem viaja e quer assistir aos conteúdos da plataforma no tablet, notebook ou celular.

Já para quem decidir adicionar casas, será cobrado o valor equivalente a US$ 2,99 por cada casa, ao mês. Membros do plano Basic poderão adicionar uma casa, quem tem o Standard poderá adicionar duas e membros do Premium poderão ter até três casas a mais.

Na mesma publicação, a Netflix afirma que aprova o uso da mesma conta por pessoas que moram ou viajam juntas, mas que “o compartilhamento generalizado entre as famílias diminui a capacidade a longo prazo de investir e melhorar os serviços”.

Em contato com o NerdBunker, a assessoria brasileira da Netflix afirmou que “o Brasil não está contemplado entre os países que passarão a contar com esta nova feature.”

De: Redação / Fonte: Jovemnerd

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × 3 =

Solve : *
27 − 11 =