Trecho de 1.060 metros de extensão também está sendo compactado e, em uma das extremidades da obra, são preparados os pilares para a construção da rampa do BRT

A pista exclusiva do BRT que abrange o Túnel de Taguatinga está sendo preparada. Em meados de maio, foram iniciados os trabalhos de impermeabilização e compactação da pista que passará pelo boulevard e de fundação da rampa do BRT a ser erguida na laje de fundo, próximo à Feira dos Importados da região administrativa. Ao todo, serão 1.060 metros de extensão.

Trabalhos de impermeabilização e compactação da pista exclusiva para o BRT no Túnel de Taguatinga são fundamentais para preparar o terreno para a pavimentação | Fotos: Renato Araújo/Agência Brasília

O trabalho é feito em partes. Dos 13 mil metros quadrados de laje a serem impermeabilizados na parte inicial da obra, a cargo da empresa Trier, 4 mil metros quadrados já foram feitos. O processo consiste na limpeza da cobertura, aplicação do primer (espécie de tinta preta com cola que dá aderência para as placas de manta asfáltica) e da proteção mecânica para ser feita a cobertura com a manta asfáltica.

“Depois desse concreto de proteção, fazemos o reaterro, em que você regulariza o fundo e faz a compactação a partir do lançamento da terra que sai da escavação invertida, espalha o material, corrige a umidade e fecha o trecho”, explica o engenheiro da Trier, Renis Candido Lima.

Fundação da rampa do BRT a ser erguida na laje de fundo, próximo à Feira dos Importados | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

A compactação é feita em camadas de 20 centímetros em 20 centímetros. Aproximadamente 160 metros já contaram com o serviço. Os dois tipos de trabalho são fundamentais para a preparação do terreno para que seja iniciada a pavimentação do piso do BRT, que será em concreto rígido.

Rampa do BRT

Na outra extremidade da obra do Túnel de Taguatinga, é feita a fundação da rampa do BRT. Estão sendo erguidos blocos e pilares de sustentação. “Estamos ali fazendo a fundação do viaduto onde terá acesso o BRT. Vamos iniciar os pilares para, assim, poder liberar a avenida Samdu e atacar os trabalhos de terraplanagem”, revela o mestre-geral da obra da empresa Eterc, Carlos Miguel Sidreira.

O BRT que passará pela laje do Túnel de Taguatinga integra o projeto do Corredor Eixo Oeste, composto por 38,7 quilômetros de faixas exclusivas para o transporte público em vias do DF, fazendo a ligação entre o Plano Piloto e o Sol Nascente/Pôr do Sol. Além do Túnel de Taguatinga, fazem parte trechos da Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG), Estrada Parque Setor Policial Militar (ESPM) e Estrada Parque Indústrias Gráficas (Epig).

Fonte: Agencia Brasilia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

onze + 5 =

Solve : *
6 + 2 =