Ordem foi dada no governo anterior ao de Ibaneis

Na última terça-feira (8), o apresentador Marcos Mion, que é também ativista pela causa autista, foi em suas redes sociais manifestar seus sentimentos sobre a situação da ordem de despejo da Associação dos Amigos dos Autistas (AMA/DF), dizendo que “uma tristeza enorme, que vai acabar com a vida de muitas famílias, está prestes a acontecer”.

Com isso, durante o vídeo, Mion direcionou palavras ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). “Governador Ibaneis Rocha, eu conto com o seu senso, do que é certo e errado, de honestidade e respeito. Eu tenho certeza que a gente vai conseguir reverter essa situação, porque ela não faz o menor sentido. Governador, eu estou aqui com as minhas redes sociais abertas, esperando seu posicionamento, torcendo muito para que você me procure, porque você buscou o trabalho da AMA, se informou e viu que não faz nenhum sentido despejar a AMA DF”, disse.

O vídeo foi muito visto e levou o chefe do executivo local a dar um posicionamento, no qual foi explicado que essa ordem não foi dada em seu governo. “O despejo da Associação dos Amigos dos Autistas do Distrito Federal (AMA-DF) foi pedido em 2017, pela gestão que nos antecedeu no Governo do Distrito Federal. O processo, no entanto, só se tornou público em 24 de janeiro de 2022”, explicou.

No entanto, Ibaneis disse, ainda, que é contra a ação, pontuando sobre medidas que já foram tomadas. “Determinei ao Secretário de Saúde que, dentro da legalidade, resolva a questão”, relatou. Tendo a medida em vista, será realizada, nesta quinta-feira (10), uma reunião com a associação. No mais, o governador disse que “não vamos permitir que o belo trabalho desenvolvido pela associação seja interrompido. O trabalho da AMA não será prejudicado e tem todo o meu apoio”.

Fonte: Conectadoaopoder

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

catorze + dois =

Solve : *
18 + 25 =